PET: Pinguim foge de zoológico à noite e passeia pela cidade



Direitos autorais: Reprodução Facebook / Fővárosi Állat- és Növénykert


Fonte: Osegredo.com.br


Giovana Souto


O filhote de 6 meses é um pinguim africano, portanto, ele pode sobreviver a temperaturas relativamente mais quentes em comparação com sua contraparte antártica.


O caso ocorreu em Budapeste, capital da Hungria, e o animal só retornou para o zoológico quando foi capturado pela polícia.

Animais são criaturas tão complexas quanto os seres humanos, embora alguns insistam em dizer que eles não são nem sequer racionais. Ao observá-los na natureza ou em ambientes controlados, podemos detectar neles traços em seus comportamentos que se assemelham aos nossos ou que até mesmo podemos usar para nos inspirar. Uma alcateia nos ensina a importância da união, enquanto a independência dos gatos nos mostra que é preciso saber estar sozinhos.


A conexão entre animais e humanos vem de longa data, afinal até mesmo conseguimos transformar espécies de cães, gatos e pássaros em animais domésticos que se adequam à nossa vivência urbana. Mas engana-se quem pensa que são apenas os pets que nos arrancam bons sentimentos; basta passear pouco minutos na internet para entrar em contato com abaixo-assinados em prol dos direitos dos bichos, histórias de amizade entre animais e humanos ou até apenas vídeos engraçados deles em situações inusitadas.


Pois além de nos tocar com sua força, os bichos são ótimas fontes de alegria, ainda mais quando fazem algo inusitado. Eles arrancam risos e gargalhadas, mostrando que ainda podemos nos surpreender com seus comportamentos.


Um pinguim impressionou por sua façanha, na Hungria. Com apenas 6 meses de vida, ele conseguiu fugir do seu zoológico e passou boa parte da noite vagando pelas ruas de Budapeste, a capital húngara, uma metrópole movimentada.


De acordo com o jornal News 18, o “fugitivo” incomum foi resgatado numa das vias mais movimentadas da capital. Foi preciso a intervenção da equipe de polícia para levar o pinguim de volta para o zoológico.

Os policiais avistaram o pequeno pinguim vagando por uma rua movimentada em Budapeste e se prontificaram para recolhê-lo. Eles o “encurralaram” e, com cuidado, o envolveram em um pano, colocaram-no numa caixa transportadora de animais e o levaram de volta para o zoológico. O animal estava bem, sem ferimentos, só precisava estar de volta à sua parte do parque de animais.


Mas é claro que, antes da reabilitação do animal, a equipe toda tirou fotos com o “meliante”. Mesmo tendo apenas 6 meses, os especialistas do zoológico afirmaram que sua curiosidade e engenhosidade para escapar do zoo eram algo esperado para sua espécie; o pequeno animal devia ter ficado insatisfeito com seu espaço limitado do zoológico e decidiu mudar essa situação, dando uma volta pelas ruas da cidade.

Imagens do resgate do pinguim foram compartilhadas pela página da equipe policial, que brincaram que o pinguim devia estar cansado, afinal era uma grande caminhada da Antártida até a Hungria. A página do zoológico compartilhou a postagem e agradeceu aos policiais.


O animal foi encontrado em uma rua relativamente perto de onde saiu. Ele foi recolhido perto do Parque Városliget, onde ficam o Jardim Botânico e o Jardim Zoológico de Budapeste, de onde o pinguim saiu. A maneira como o animal conseguiu escapar ainda é um mistério.


Depois de sua escapada, o departamento de polícia até instalou câmeras no recinto dos pinguins para ficar de olho nos outros amigos de espécie do “fugitivo” para poder evitar incidentes como esse.

O filhote de 6 meses é um pinguim africano, portanto, ele pode sobreviver a temperaturas relativamente mais quentes em comparação com sua contraparte antártica. Dizem que os pinguins africanos vivem por dez anos na natureza, no entanto, alguns deles sobreviveram às massas polares por 14 anos. Notavelmente, quando em cativeiro, os africanos podem viver três vezes mais do que a vida útil de suas subespécies em seu hábitat.


E, aparentemente, também são ótimos em escapar sem ser percebidos por sua astúcia impressionante!