JUNDIAÍ: Assaí inaugura segunda loja em Jundiaí com 570 novos empregos


Fonte: Tribuna de Jundiaí

Segunda unidade do Assaí Atacadista em Jundiaí será inaugurada nesta quinta-feira (27), na avenida Antônio Frederico Ozanan, onde funcionava a unidade Extra Jundiaí Ferroviários

A segunda unidade do Assaí Atacadista em Jundiaí será inaugurada nesta quinta-feira (27), na avenida Antônio Frederico Ozanan, onde funcionava a unidade Extra Jundiaí Ferroviários.

A abertura desta unidade gerou 570 postos de trabalho diretos e indiretos. No total, foram investidos mais de R$ 40 milhões.

A rede de atacado de autosserviço está presente no município desde 2006, com a unidade Assaí no Centro.

O Assaí informa que a abertura da nova unidade faz parte do projeto de conversões que o GPA, controlador das marcas Extra e Assaí, tem realizado para transformar lojas de hipermercado em operações de atacado de autosserviço.

“Nossas unidades estão preparadas para atender de revendedores a consumidores finais, passando por transformadores e utilizadores. E nossos estudos mostraram que uma loja nesse formato atenderia de maneira mais assertiva a demanda local por economia em compras de grande volume”, informa Belmiro Gomes, presidente do Assaí Atacadista.

Estrutura

A segunda loja da rede em Jundiaí – a 73ª no estado de São Paulo e a 173ª no País – possui mais de 15 mil m2 de área construída e 6,4 mil m2 de salão de vendas, além de 36 checkouts e 521 vagas de estacionamento.

O Assaí informa que os clientes encontrarão mais de oito mil produtos, entre alimentos, bebidas, itens de higiene pessoal e limpeza, de bazar, linha automotiva e pet, além de descartáveis e embalagens, de grandes marcas nacionais e importadas.

“A empresa trouxe para a cidade seu novo modelo de loja, mais amplo, moderno e com um maior número de produtos à disposição dos clientes”, informa Gomes.

Em razão da pandemia de Covid-19, a unidade será aberta ao público com uma série de medidas para conter o avanço do coronavírus. As ações incluem desde a higienização reforçada dos carrinhos até o acesso limitado de clientes ao estacionamento e à loja.