CRISE NA SAÚDE: Nelson Teich pede demissão do Ministério da Saúde.


Teich poupa Bolsonaro em discurso, diz que fez o seu melhor e deixa um plano pronto de combate ao coronavírus Nelson Teich, evitou, em pronunciamento nesta sexta-feira, 15, criticar o presidente Jair Bolsonaro ao falar sobre seu pedido de demissão do Ministério da Saúde. O ex-comandante da pasta foi contrariado várias vezes pelo chefe do Executivo no curto tempo em que trabalharam juntos no governo. Teich também agradeceu por ter tido a oportunidade de trabalhar no sistema público de saúde e disse que “foi construído um programa de testagem do coronavírus, que está pronto para ser implementado”. Durante a pandemia de Covid-19, o governo brasileiro já perdeu dois ministros da Saúde: Teich assumiu a pasta após o presidente Bolsonaro demitir Luiz Henrique Mandetta. Leia mais: https://veja.abril.com.br/politica/ne...