JUNDIAÍ: Nada muda em Jundiaí com troca do ministro da Saúde: isolamento social continua


Fonte:Tribunadejundiai.com.br

Thiago Godinho

O Centro de Enfrentamento ao Coronavírus da cidade é quem vai determinar ações a serem tomadas

Consultados pelo Tribuna de Jundiaí sobre a troca no Ministério de Saúde anunciada nesta quinta-feira pelo presidente Jair Bolsonaro, o prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado, e o gestor de Saúde, Tiago Texera, evitaram polêmicas, mas deixaram nas entrelinhas a posição de que nada mudará na cidade em relação à política de isolamento social.

“Independentemente da troca de comando no Ministério da Saúde, cada ente federado, ou seja, Estado e Município, tem autonomia para determinar ações específicas em saúde pública conforme o cenário epidemiológico vislumbrado”, responderam, em consenso, por meio de nota oficial. “O Centro de Enfrentamento ao Coronavírus está atento às necessidades epidemiológicas de Jundiaí e determina as ações conforme as análises e cenários identificados, sempre com embasamento estritamente técnico”.

A restrição de funcionamento de estabelecimentos comerciais apenas para os serviços essenciais no município está em vigor desde o dia 19 de março, com a publicação de decreto municipal de Estado de Emergência.

Lamentou

Já o deputado federal Miguel Haddad foi mais enfático: “Lamentamos a demissão do ministro Mandetta. A troca do comando da Saúde, neste momento, aumenta a preocupação de todos nós diante do avanço do coronavírus”, publicou em suas redes sociais.