ENSINO: Estudantes da rede estadual empacam em matemática


Fonte: Agora SP / UOL

Angela Pinho e Hanuska Bertoia

O desempenho dos alunos das escolas estaduais de São Paulo teve uma leve melhora neste ano em português, mas estagnou e chegou a ter piora em matemática a partir do fim do ensino fundamental.

Os dados são do Saresp, avaliação anual da rede, e foram divulgados ontem pela gestão Márcio França (PSB).

É a primeira vez que os números são tornados públicos no mesmo ano em que a prova é feita.

Segundo o secretário de Estado da Educação, João Cury, o objetivo é antecipar o planejamento para o ano que vem.

Os dados mostram que as notas aumentaram no quinto ano em relação a 2017, passando de 223,8 para 227,4 pontos em matemática e de 214,3 para 217 em português.

Resposta

Ao comentar a piora do desempenho dos alunos do 9º ano do ensino fundamental em matemática, o secretário da Educação, João Cury, disse que esta é uma série delicada por ser um momento de transição para o ensino médio.

"É o momento em que muitos alunos pensam se vão continuar na escola", afirmou.

De acordo com o secretário, em 2018 o governo ouviu "as necessidades da rede" e, "em tempo recorde", ofereceu "novos cursos de capacitação" para os professores.

O resultado das ações, disse Cury, "está visível no crescimento das notas".

O Idesp deverá sair no início de 2019.

O índice de 2017 ficou em 5,33 para o ensino fundamental 1; 3,21 para o ensino fundamental 2; e 2,36 para o ensino médio. As metas são 7, 6 e 7, respectivamente.

#matematica #ensino #rede #estadual #queda