MAIS MÉDICOS: Cuba sai do Mais Médicos por divergir de Bolsonaro


Fonte: Agora SP / UOL

O governo de Cuba anunciou ontem sua saída do Mais Médicos no Brasil por divergir de declarações e condições impostas pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL).

O rompimento ameaça esvaziar o programa criado em 2013, sob Dilma Rousseff (PT), e que tem metade de vagas preenchidas com profissionais do país caribenho.

Atualmente dos 18.240 médicos do programa, cerca de 8.300 são cubanos.

#maismedico #cuba #bolsonaro #jair